Boi resgatado de abatedouro dá pulos de alegria

O Estado De S. Paulo publicou em seu site no dia 26/09 uma matéria sobre Bandit, um boi que foi libertado de um abatedouro. Sem conter a felicidade, ele deu vários pulos de alegria depois de ser resgatado. Bandit começa a pular e brincar no feno assim que é libertado. Assista ao vídeo:

 

Infelizmente a maioria não tem a mesma sorte por causa das opções alimentares de muitos. Há mais de um século, Deus tem orientado Seu povo a respeito dos prejuízos em se ter a carne (de qualquer tipo, inclusive frango e peixe) como alimento e qual o ideal para a saúde do ser humano.

Em 1905, Ellen G. White escreveu:

“Os males morais do regime cárneo não são menos assinalados do que os físicos. A comida de carne é prejudicial à saúde, e seja o que for que afete ao corpo tem seu efeito correspondente na mente e na alma. Pensai na crueldade que o regime cárneo envolve para com os animais, e seus efeitos sobre os que a infligem e nos que a observam. Como isso destrói a ternura com que devemos considerar as criaturas de Deus!

“A inteligência apresentada por muitos mudos animais chega tão perto da inteligência humana que é um mistério. Os animais vêem e ouvem, amam, temem e sofrem. Eles se servem de seus órgãos muito mais fielmente do que muitos seres humanos dos seus. Manifestam simpatia e ternura para com seus companheiros de sofrimento. Muitos animais mostram pelos que deles cuidam uma afeição muito superior à que é manifestada por alguns membros da raça humana. Criam para com o homem apegos que se não rompem senão à custa de grandes sofrimentos de sua parte.

“Que homem, dotado de um coração humano, havendo já cuidado de animais domésticos, poderia fitá-los nos olhos tão cheios de confiança e afeição, e entregá-los voluntariamente à faca do açougueiro? Como lhes poderia devorar a carne como um delicioso bocado?” — A Ciência do Bom Viver, p. 315, 316.

A respeito das condições em que os animais eram criados e abatidos, vemos que muitas vezes não difere de hoje:

“Muitas vezes são levados ao mercado e vendidos para alimento animais que se acham tão doentes, que os donos receiam conservá-los por mais tempo. E alguns dos processos de engorda para venda produzem enfermidade. Excluídos da luz e do ar puro, respirando a atmosfera de imundos estábulos, engordando talvez com alimentos deteriorados, todo o organismo se acha contaminado com matéria imunda.

“Os animais são muitas vezes transportados a longas distâncias e sujeitos a grandes sofrimentos para chegar ao mercado. Tirados dos verdes pastos e viajando por fatigantes quilômetros sobre cálidos e poentos caminhos, ou aglomerados em carros sujos, febricitantes e exaustos, muitas vezes privados por muitas horas de alimento e água, as pobres criaturas são tangidas para a morte a fim de que seres humanos se banqueteiem com seu cadáver.” — A Ciência do Bom Viver, p. 314 (1905).

Hoje temos a oportunidade de nos alimentarmos com o que há de melhor: abundância de frutas, castanhas, cereais e vegetais.

“Deus deu aos nossos primeiros pais o alimento que pretendia que a humanidade comesse. Era contrário ao Seu plano que se tirasse a vida a qualquer criatura. …

“Escolhendo a comida do homem, no Éden, mostrou o Senhor qual era o melhor regime; na escolha feita para Israel, ensinou Ele a mesma lição. Tirou os israelitas do Egito, e empreendeu educá-los, a fim de serem um povo para Sua possessão própria. …

“Afastando-se do plano divinamente indicado para seu regime, sofreram os israelitas grande prejuízo. Desejaram um regime cárneo, e colheram-lhe os resultados. Não atingiram o ideal divino quanto ao seu caráter, nem cumpriram os desígnios de Deus.” — Conselhos para a Igreja, p. 231-233.

“Quanto mais chegarmos a estar em harmonia com o plano original de Deus, mais favorável será nossa posição para assegurar saúde ao corpo, espírito e alma.” — A Ciência do Bom Viver, p. 363-365.

Viver dentro do plano original de Deus certamente é a única fórmula que nos proporcionará a felicidade completa. Pense nisso como um presente especial que Deus deseja lhe dar hoje. E você pode imaginar onde é o melhor lugar para morar e receber esse presente?

“Tem-me sido repetidamente mostrado que Deus está procurando levar-nos de volta, passo a passo, a Seu desígnio original — que o homem subsista com os produtos naturais da terra. — [CTBH] Conselhos Sobre Saúde, 450 (1890).

A vida campestre é o lugar ideal. Peça a Deus e certamente Ele lhe dará esse presente!

Por Davidson F. Deana

Acompanhe no Facebook

Leave A Response

* Denotes Required Field