5 receitas práticas para um desjejum sem glúten

Após um período de mais de seis meses sem glúten, compartilho com você 5 receitas práticas para o desjejum que passamos a consumir pela manhã.

1. AVEIA DEMOLHADA

Ingredientes:
  • 1 xícara (ou 100 gramas) de aveia em flocos (com certificação sem glúten)
  • 2 xícaras (ou 450 ml) de leite vegetal adoçado com mel ou frutas secas
  • Frutas de sua preferência


Modo de fazer:
Deixe a aveia de molho em leite vegetal por 2 horas ou até
hidratar. Acrescente as frutas picadas e mais leite, se desejar.
Variação: Substitua o leite vegetal por suco natural. Mas atenção, se desejar
consumir esse matinal com suco natural, hidrate a aveia com água e acrescente o
suco natural apenas antes de servir. Caso contrário, o suco oxidará durante o
processo de hidratação.

Dica: Se desejar adiantar o processo
para o desjejum do dia seguinte, deixe a aveia hidratando durante a noite dentro
da geladeira. Mas não se esqueça: nesse caso, não hidrate com o suco natural,
pois ele oxidará durante o processo. Hidrate com água ou com o leite vegetal e
pela manhã acrescente o restante dos ingredientes.

2. CANJICA


Ingredientes:

  • 500gr de canjica branca
  • Pitada generosa de sal
  • 1 litro de leite vegetal (excelente com leite de avelã)
  • Coco ralado a gosto
  • Mel a gosto
  • Folhas de laranjeira
  • Frutas de sua preferência



Modo de fazer:
Deixe a canjica de molho em água por 8 horas a fim de agilizar o cozimento. Despreze a água do molho, coloque na panela de pressão, cubra os grãos com água, acrescente a pitada generosa de sal, as folhas de laranjeira e cozinhe por aproximadamente 30 min. Após o cozimento, retire o excesso de água, acrescente o leite vegetal, o coco e o mel. Sirva com frutas picadas.

Dica: Se não tiver folhas de laranjeira, substitua por raspas de limão, acrescentando-as após o cozimento.

3. IOGURTE VEGETAL

Aqui em casa amamos a receita de iogurte vegetal de grão-de-bico que compartilhei aqui. Mas você pode fazer com qualquer outro grão. Essa é uma receita bem interessante para quem possui uma máquina de leite vegetal e excelente para servir para o desjejum na época do verão.

4. PUDIM DE CHIA


5. MINGAU DE ARROZ INTEGRAL

Para quem possui uma máquina de leite vegetal, a receita é:

Ingredientes:

  • 1 medida de arroz integral cru
  • 1 medida de castanha (fica especial com castanha de caju)
  • 2 colheres de sopa de coco ralado
  • 1 pitada de sal
  • Mel a gosto
  • Frutas de sua preferência



Modo de fazer:
Deixe o arroz e a castanha de molho por 8 horas. Despreze a água do molho, coloque na máquina, acrescente o sal e o coco ralado e preencha com água até atingir marcador interno. Acione a função “mingau”. Ao final do ciclo, acrescente o mel e sirva com frutas de sua preferência.

Por Karina Carnassale Deana – Saúde Total

Acompanhe no Facebook

3 Comments

  • Jaice

    Reply Reply 22 de novembro de 2015

    Por que parar de usar glúten se a pessoa não tem alergia a essa proteína?

    • Vida Campestre

      Reply Reply 23 de novembro de 2015

      Jaice,

      Boa pergunta!

      Para quem não possui a alergia, o problema não é o glúten em si, mas sim a quantidade exagerada de glúten existente no trigo modificado que é produzido hoje. A informação que eu tenho é que o trigo atual possui 400% a mais de glúten que o trigo original. Essa quantidade exagerada é responsável por vários problemas de saúde, mesmo que a pessoa não tenha a alergia ao glúten propriamente dito. Aqui em casa não eliminamos o uso do trigo por completo, mas reduzimos bastante.

      Espero ter ajudado.
      Karina.

  • Vida Campestre

    Reply Reply 23 de novembro de 2015

    Jaice,

    Boa pergunta!

    Para quem não possui a alergia, o problema não é o glúten em si, mas sim a quantidade exagerada de glúten existente no trigo modificado que é produzido hoje. A informação que eu tenho é que o trigo atual possui 400% a mais de glúten que o trigo original. Essa quantidade exagerada é responsável por vários problemas de saúde, mesmo que a pessoa não tenha a alergia ao glúten propriamente dito. Aqui em casa não eliminamos o uso do trigo por completo, mas reduzimos bastante.

    Espero ter ajudado.
    Karina.

Leave A Response

* Denotes Required Field