Fisiologia é coisa de criança

Grazi e Tina

Desde que minha filha nasceu, meu esposo e eu temos buscado a ajuda de Deus para praticar em família os princípios de saúde ensinados pelo Criador. Entre eles, o hábito de não beber líquido logo antes, junto ou logo depois das refeições, mas procurar ingerir água no máximo 30 minutos antes ou duas horas depois de comer e, com isso, não prejudicar a digestão.

Assim, sempre que minha filha pedia água logo depois de comer, explicava que ela teria que esperar um pouco para não fazer “aiaiai” na barriguinha. Mas ela parecia não compreender e ficava meio frustrada. Essa situação ocorreu algumas vezes, mesmo eu a lembrando de beber bastante água entre as refeições.

Pensando em como ajudá-la a entender essa questão, lembrei-me desta importante orientação divina:

Às crianças devem ser ensinados, já em pequeninas, os rudimentos de fisiologia e higiene, por meio de lições simples e fáceis. E este trabalho deve ser iniciado pela mãe em casa […] – Ellen White, Educação, p. 196.

Devem os pais procurar despertar nos filhos interesse pelo estudo de fisiologia. Desde o primeiro alvorecer da razão deve a mente humana ter entendimento a respeito da constituição física. Podemos ver e admirar a obra de Deus no mundo natural, mas a habitação humana é a mais maravilhosa. É, pois, da máxima importância que dentre os estudos escolhidos para as crianças, ocupe a fisiologia lugar relevante. Todas as crianças devem estudá-la […] – Ellen White – Conselhos aos Professores, Pais e Estudantes, p. 125

Tina de costas

Foi então que nasceu a Intestina, mas conhecida aqui em casa como Tina! Com a ajuda do meu habilidoso marido e usando materiais simples, como rolo de papelão (que restou despois de usarmos todo o papel toalha), pedaços de saquinho plástico, fita crepe e figuras do estômago e intestino, que conseguimos em uma pesquisa rápida na internet, transformamos uma boneca de E.V.A. em uma verdadeira aula de fisiologia para crianças. Com ela, ensinamos nossa filha de forma prática e divertida noções básicas do sistema digestório: o trajeto da comida, a função dos dentes, do estômago e do intestino e o porquê de esperar para beber água.

O resultado foi simplesmente fantástico! Ela não só compreendeu, como também passou a ensinar os amiguinhos. Agora, quando sente sede logo pergunta: “Mãe, a comida já foi pro intestino?” As pessoas que não sabem da história acham engraçado, mas a pergunta é muito pertinente, afinal, se a comida não tiver ido para o intestino, significa que ainda não está na hora de beber água!

Com a ajuda da Tina temos aproveitado para ensinar outros conceitos básicos de fisiologia e a resposta é sempre surpreendente. 

Fisiologia sem dúvida é coisa de criança!

Por Karina Carnassale Deana
Mãe aprendiz da Graziella, 3 anos.

Acompanhe no Facebook

2 Comments

  • Anônimo

    Reply Reply 11 de setembro de 2014

    Que linda Karina!
    Amei!!!
    Bjs Karin

  • Camila Santos

    Reply Reply 24 de fevereiro de 2016

    Amei!!!

Leave A Response

* Denotes Required Field