Presidente da Igreja Adventista promove o vegetarianismo

WILSON ENCERRA CONFERÊNCIA DE SAÚDE DE UMA SEMANA DE DURAÇÃO COM APELO PARA QUE OS PARTICIPANTES PRATIQUEM RESOLUTAMENTE O QUE ENSINAM

O presidente da Igreja Adventista, Ted N. C. Wilson, promoveu o valor do vegetarianismo num sermão de sábado, ao encerrar uma conferência sobre saúde de uma semana, em Genebra, na Suíça, e expressou desapontamento por algumas pessoas compararem a ênfase da Igreja num regime alimentar à base de plantas com fanatismo.

Ele também encorajou o público de 1.150 líderes e profissionais de saúde adventistas do sétimo dia de 81 países a compartilharem corajosamente as práticas de saúde centradas em Jesus que haviam aprendido na Conferência Global sobre Saúde e Estilo de Vida, mesmo que enfrentem a oposição em suas igrejas de origem.

Wilson, que comparou a energia requerida de adventistas ao alto metabolismo de um beija-flor, disse que estava familiarizado com desânimo e o melhor recurso foi depender de Jesus. “Espero que saiam deste lugar cheios de desejo intenso de Deus, como o beija-flor, e que cuidem no que fazem, para serem equilibrados, mas proclamando a palavra preciosa de Deus”, disse ele.

A conferência, organizada pelo departamento de Ministérios de Saúde da Igreja a nível mundial, contou com apresentações de base científica dos principais profissionais de saúde globais que mostraram que a melhor salvaguarda contra assassinos prematuros como o câncer, doenças cardíacas e diabetes é um estilo de vida saudável com uma alimenetação vegetariana e exercícios regulares.

O objetivo da conferência é, em última instância, abrir centros de saúde comunitários com programas que ofereçam uma combinação de bem-estar físico e espiritual em cada igreja adventista modelada segundo Cristo. Os programas podem incluir cursos de controle de stress, aulas de boa forma, e o Respire Livre-2, uma iniciativa para cessação do fumar divulgada na conferência.

Pratique o que ensina
Em seu sermão de 12 de julho, Wilson voltou a um tema que havia dominado a conferência: Os participantes devem aplicar o que estavam aprendendo a suas próprias vidas, a fim de compartilhar isso mais eficazmente com os outros. “Estilo de vida deve ser modelado”, disse ele. “Evitem estilos de vida prejudiciais. Mostrem o amor de Cristo em tudo o que fazem”. 
Wilson acrescentou: “Quero dizer que me sinto triste quando ouço falar de lugares onde se pensa que porque você fala sobre vida saudável, é um fanático; se você fala sobre o serviço do santuário e sua integridade, e da justiça de Jesus, você é algum tipo de charlatão; se falar que Jesus em breve voltará, você é um alarmista; se fala sobre a promoção dos valores da Bíblia e do Espírito de Profecia, você pertence a outro século.
“Quero lhes dizer, irmãos e irmãs: Os princípios da Palavra de Deus e do Espírito de Profecia são tão atuais hoje quanto eram quando foram escritos”, disse ele, obtendo vigorosos “améns” da plateia.
Wilson prefaciou suas considerações dizendo que tinha passado horas de regozijo e orado com os participantes da conferência durante a semana passada, mas tinha ficado perturbado com algumas das coisas que haviam compartilhado.
Wilson então voltou sua atenção para o que os adventistas comem.
“Nancy e eu temo sido vegetarianos por toda a vida”, contou, referindo-se a sua esposa, que estava no corredor. “Isso não significa que estou mais perto do Reino de Deus do que a pessoa que está comendo carne”, acrescentou. “Significa, simplesmente, que estou tentando seguir as leis de saúde de Deus para que os lobos frontais e as terminações nervosas delicadas possam receber as impressões do Espírito Santo de uma forma maravilhosa”.
A Igreja Adventista não tem proibição de comer carne com exceção da carne de porco, camarão e outras carnes designadas como impuras no livro de Levítico. Estudos sugerem que quase metade dos norte-americanos adventistas são vegetarianos, mas muitos crentes em outras partes do mundo, como na América do Sul e na antiga União Soviética, comem carne, e alguns têm resolutamente resistido a mudança.
Apresentadores na conferência de Genebra ofereceram uma abundância de evidências científicas sugerindo que os vegetarianos vivem vidas mais longas, mais saudáveis​​. Também indicaram que uma pessoa saudável tende a ser mais receptiva às questões espirituais do que uma pessoa que está distraída ou entorpecida pelo cansaço ou doença.  
“Quero encorajá-los a lerem algo disso e a orarem sobre isso e ver como o Senhor lhe impressiona em termos de seu estilo de vida: o que come, o que vê, o que lê, o que faz. E eu tenho que fazer o mesmo”, disse ele.
De fato, White escreveu em seu livro “Conselhos Sobre o Regime Alimentar”: “Entre os que estão aguardando a vinda do Senhor, o comer carne será afinal descartado; carne deixará de fazer parte de sua alimentação. Devemos ter sempre em vista esse objetivo, e nos esforçar para trabalhar firmemente nesse rumo”. 
Reiterando um ponto que havia destacado na conferência no início da semana, Wilson destacou que o vegetarianismo nunca iria determinar a salvação. ”Vivo de uma maneira saudável, não para ganhar o meu caminho para o céu, mas porque o Senhor me disse que é a melhor maneira de viver”, explicou. “E isso é o que temos de partilhar com os outros. Desafio você a viver o estilo de vida”.
‘Não desanime’
Ele disse aos participantes para permanecerem equilibrados e calmos, se enfrentassem oposição de “sua igreja local ou até mesmo, Deus nos livre, partindo de seu pastor ou de um administrador da Igreja ou uma organização que não entenda do que temos vindo falar esta semana”. “Não desanimem”, instou ele. “Levantem os olhos das pessoas para o que Jesus fez”.
Wilson disse que podia simpatizar com aqueles que são tentados a se sentirem desanimados. “Às vezes, as coisas que as pessoas me lançam são, você sabe de coisas que não são muito agradáveis”, disse ele. “Aprendi com a graça de Deus a deixar tudo a Seu cargo. Apoiar-me Nele”.
Então leu Mateus 5, que diz: “Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e vos perseguirem, e disserem todo o mal contra vós por minha causa. Alegrai-vos e exultai porque é grande o vosso galardão nos céus”.
“Siga com essa atitude”, disse Wilson. “Seja um missionário vital para Jesus. Vá … no poder de Jesus. Seja um defensor vital da obra maravilhosa de Deus”. 

Acompanhe no Facebook

Leave A Response

* Denotes Required Field