Na casa da família Valentim o culto é assim…

Família Valentim
Meu esposo e eu somos adventistas de berço. Assim, desde
pequenos aprendemos a importância do culto familiar, mas nem sempre
conseguíamos fazer o culto no horário fixo devido ao corre-corre do dia a dia.
Muitas vezes líamos correndo a meditação e fazíamos a oração. Hoje sabemos o
quão importante é louvarmos ao nosso Deus já nas primeiras horas da manhã, até
as criaturas de Deus fazem isso, não é verdade? Gosto muito de ouvir o canto dos pássaros, ficar olhando da
varanda o quanto eles cantam de manhã, e sempre falo para os meus filhos observá-los.
Aqui em casa eu sou a primeira a acordar, geralmente às 4h30,
para minha hora tranquila. Meu esposo acorda mais tarde um pouco. E os meninos
acordam às 6h da manhã. O nosso culto matinal é feito sempre às 6h20. Começamos
cantando hinos do hinário. Nós utilizamos o DVD do Hinário Adventista. Oramos e
lemos a meditação. Depois oramos pelos pedidos da caixinha (temos uma caixinha
de pedidos). Oramos também por nossa família, amigos e todos os pedidos especiais. 
Neste
ano, estamos usando uma meditação para juvenis antiga que fala sobre a natureza.
Estamos aprendendo bastante com as histórias e curiosidades da natureza, pois
relacionamos isso às coisas espirituais. Procuramos sempre trazer as mensagens
bíblicas para a realidade dos nossos filhos. E cada dia um lê, meus filhos gostam muito de
ler e de cantar também, participam bastante do culto. Por isso, sentimos a
necessidade de fazer uma escala, e eles gostaram muito. Na verdade, eu sugeri que
fizéssemos, mas quem começou a fazê-la foi meu caçula (6 anos). Quando falei
que iríamos sentar para fazer, ele me mostrou no computador que já tinha feito,
e tinha começado mesmo, aí o mais velho completou (clique aqui para baixá-la).
No culto da noite temos mais tempo. Nós nos reunimos às 19h30 e cantamos mais, às vezes usamos flauta, violão e o teclado. E aproveitamos para recitar textos bíblicos. Nossos filhos
já aprenderam as Três Mensagens Angélicas, os Dez Mandamentos, as Bem-Aventuranças,
o Salmo 1 e o Salmo 23, entre outros textos.
Depois que estabelecemos um horário fixo para o culto, percebemos que os meninos passaram a ter mais interesse em participar. Agora, mesmo com
visitas em casa ou viajando, não deixamos de fazer os cultos, e o interessante
é que os nossos familiares ou amigos sempre ficam felizes em participar
conosco.
E na sexta-feira é um culto especial, todos nós preparamos
uma participação especial. Tem sido uma benção para nós!!
Nota Vida Campestre: “Na minha casa o culto é assim…” é uma série de testemunhos cujo objetivo é ressaltar a importância do culto familiar, bem como trocar experiências, dicas e ideias para esse momento tão importante. Se você tem o hábito de fazer o culto com sua família e gostaria de compartilhar seu testemunho, envie seu relato para contato@vidacampestre.com.br

Acompanhe no Facebook

Leave A Response

* Denotes Required Field