Deus e eu num país europeu (parte 8)

Solo pedregoso da Suécia

Conforme já mencionei anteriormente, uma das atividades do Stenshult, instituição em que trabalhamos como voluntários na Suécia, é a agricultura. Eles têm uma horta grande, onde plantam cebola, beterraba, alho, espinafre, vagem, ervilha-torta, cenoura, dentre outros. Passamos grande parte do tempo ajudando nessas plantações.
 
Antes de semear, porém, é preciso preparar o solo. Assim, tivemos que retirar as pragas, pedras (e quanta pedra!!!) e afofá-lo a fim de transformá-lo em um belo canteiro. Foi nessa fase do cultivo que pude ver exemplificada uma grande verdade sobre a Bíblia:
 
Não importa o quanto nos esforcemos para retirar TODAS as pedras do solo, SEMPRE encontramos mais quando passamos por ali outra vez.
 
Assim é a Palavra de Deus. Não importa quantas vezes a leiamos, releiamos e volvamos a ler, sempre encontraremos algo novo – novas lições, novos aspectos de uma verdade, novas ideias de como aplicá-la na vida prática. Sempre há uma “nova” pedra preciosa escondida para aqueles que cavam que, em verdade, não é nada novo, senão a mesma velha e linda verdade em novo brilho. “Por isso, todo o escriba instruído acerca do reino dos céus é semelhante a um pai de família, que tira do seu tesouro coisas novas e velhas” (Mateus 13:52).
 
“Seca-se a erva, e cai a flor, porém a palavra de nosso Deus subsiste eternamente” (Isaías 40:8).
 

Acompanhe no Facebook

3 Comments

  • selma

    Reply Reply 8 de março de 2014

    Mariana, incrível é saber que do meio destas pedras pode surgir uma linda horta.Assim tbém podemos ver o milagre da trasnsformação de vidas (secas) em verdadeiros vasos floridos p/
    Deus.Aliás,por aqui sempre encontro novas lições p/ mim.

    • Vida Campestre

      Reply Reply 10 de março de 2014

      Selma, que lindo complemento. Ficamos felizes em saber que aprecia o blog. Um abraço.

Leave A Response

* Denotes Required Field