Uma lição sobre generosidade

Larissa e Logan
No mês de setembro, fomos visitar os
penhascos brancos de Dover, também conhecidos como “The White Cliffs”, na
Inglaterra, país onde residimos atualmente.
Começamos nossa caminhada bem cedo e
apesar da longa distância estávamos apreciando a linda paisagem composta pela grama
verde, que parecia um tapete revestindo a terra, e pelo azul do mar e o branco
das enormes colunas de pedra – sem contar os inúmeros tesouros da criação de
Deus que encontramos pelo caminho, como caracóis, besouros e as coloridas
flores por todos os lados!
Caminhamos mais de seis quilômetros até
o farol. Uma caminhada de mais de uma hora e meia! Descansamos, tiramos fotos
aqui e ali, então resolvemos voltar pelo mesmo caminho até chegar no local onde
havíamos deixado o carro.
Lá fomos nós e vez por outra o Logan,
meu filho mais velho, olhava para mim e perguntava:
– Mãe, eu não me lembro de ter passado
por aqui antes, a senhora tem certeza de que estamos voltando pelo mesmo
caminho?
Enquanto eu ainda estava pensando em uma
resposta para o Logan, a Larissa me relembrou que ele havia carregado ela nas
costas nos momentos em que se sentiu cansada! Nesse instante, uma resposta
vinda de Deus soou aos meus ouvidos com o auxílio do Espírito Santo:
– Logan, durante esse trajeto você
estava fazendo algo muito bom por alguém, você foi generoso e se esqueceu de você
mesmo, pois estava ajudando a Larissa. O mesmo acontece em nossa vida. Quando
você é generoso e ajuda aos outros a vida passa suavemente e você não encontra dificuldades
pelo caminho, porque está muito ocupado ajudando outra pessoa em suas
dificuldades. Quando ajudamos uns aos outros não temos tempo para reclamar das
pedras em nosso caminho, porque o trajeto que percorremos é o mesmo caminho que
Jesus percorreu e Ele está nos carregando. “Lançando sobre Ele toda a vossa
ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós” (1 Pedro 5:7).
Depois dessa lição eu notei duas
crianças completamente diferentes. Notei que passaram a
cuidar mais um do outro, a se preocupar um com o outro e a demonstrar uma
imensa liberdade de irmão para irmão. Estavam em paz, agindo como melhores
amigos e trocando sorrisos. “O espírito de liberalidade é o espírito do Céu. O espírito egoísta é o
espírito de Satanás” (Ellen G. White, The
Review and Herald
, 17 de Outubro de 1882).
Um ato de bondade sempre será
recompensado e quando vem do coração obteremos a maior recompensa de todas que
é o Reino dos Céus. “Assim como continuamente estamos recebendo as bênçãos de Deus, assim
devemos nós estar continuamente dando. Quando o Benfeitor celeste deixar de nos
dar, então poderemos ser desculpados; pois então nada teremos para dar. Deus
nunca nos deixou sem nenhuma evidência de Seu amor, pelo fato de nos ter feito
o bem” (Ellen G. White, Conselhos Sobre Mordomia, p. 10).
The White Cliffs
Durante nossa caminhada, Deus nos ajudou
a enxergar vários tesouros naturais como as flores, as abelhas, os caracóis…
mas somente podemos perceber esses tesouros se em nossa vida escolhemos o
caminho da alegria e do contentamento e decidirmos escolher parar de olhar para
nossos defeitos e olhamos para Jesus.
“Se confessarmos os nossos pecados, Ele é
fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça” (1 João 1:9).
Que Deus nos ajude a procurar pelos
tesouros escondidos em nosso coração para que Ele possa controlar nossos
pensamentos se assim deixarmos. “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e
conhece os meus pensamentos. E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo
caminho eterno” (Salmos 139:23-24).
Por Luciana Riges
Mãe aprendiz do Logan, 6 anos, e da Larissa, 4 anos.

Acompanhe no Facebook

Leave A Response

* Denotes Required Field