Deus e eu num país europeu (parte 4)

Minha mãe ajudando
na horta
Nossa estadia na Suécia teve como objetivo ajudar os irmãos de lá. Eles possuem um pequeno
centro de saúde e uma escola missionária, onde cultivam o solo para produzir
seu próprio alimento.
Nos meses em que estivemos lá, os esforços
estavam concentrados em plantar, plantar e plantar. Tudo precisa ser plantado com
urgência, porque a estação do “calor” é curta, aproximadamente 3 meses. Então, todo o processo de
preparo da terra, plantio e colheita precisa acontecer nesse tempo. “É bem
pouco tempo para produzir todo o alimento de um ano”, pensei. Realmente, o
tempo é algo que não se pode desperdiçar durante esse período.
Meu pai (de vermelho)
cavando buracos para o plantio
Mas o Senhor Criador,
em sua infinita sabedoria, faz com que lá, por causa da inclinação da Terra,
os dias de verão sejam imensos! No inverno, o Sol se põe às quatro horas da
tarde. No verão, há Sol das quatro da manhã às dez da noite; no auge do verão,
das três às onze. Assim, as plantas recebem muita luz, e crescem muito rápido.
Frutos da terra
Assim também nós,
sabendo que temos pouco tempo antes de um terrível inverno espiritual chegar, quando
não poderemos mais fazer brotar nenhuma semente da Palavra de Deus, devemos nos
apressar. Precisamos receber o máximo possível de raios do trono de Deus, estudar, orar e praticar
a luz que temos, pelo poder de Deus. Logo, o fim chegará, estaremos prontos? O
juízo já está ocorrendo. Estamos nós maduros para a ceifa? Damos o fruto do
Espírito, temos Seu caráter? Estamos, assim, conquistando almas para
Cristo?  Deus precisa de uma seara
madura, para colher.
Que Deus tenha
misericórdia de nós e nos faça absorver todo raio de luz, para que sejamos
frutos maduros e saudáveis, aguardando a ceifa com alegria e seguros no Senhor.

Acompanhe no Facebook

Leave A Response

* Denotes Required Field