As vacas dos filisteus

A arca do Senhor fora tomada pelos filisteus em uma batalha
contra Israel, na qual morreram os infiéis sacerdotes Hofni e Finéias. Durante sete
meses a arca estivera indo de cidade em cidade daquele povo pagão,
causando-lhes pragas e doenças que resultaram em muitas mortes.
Finalmente os filisteus decidiram devolver a sagrada arca da
aliança aos seus legítimos guardiões, antes, porém, resolveram fazer um teste a
fim de saber se, de fato, aquelas desgraças lhes sobrevieram por causa da arca
ou por mera coincidência.
Colocaram duas vacas com crias novas para puxarem uma carroça
na qual puseram a arca e presentes valiosos. Amarraram os bezerrinhos e
deixaram a carroça sem condutor. As vacas, contrariando a lei natural, seguiram
pelo caminho que conduzia à terra de Israel sem se desviarem nem para a direita
nem para a esquerda.
Muitas lições podemos tirar desse episódio. Creio que a mais
importante seja que Deus está no comando de Sua causa e zela pela Sua Lei. Por
essa razão, devemos sim orar e fazer nosso melhor para exaltar a Lei de Deus,
tanto por palavras quanto por atos, e não ficar ansiosos ou revoltados pelos
que defendem o pecado. Gostaria também de ressaltar a “obediência”
das vacas, que seguiram fielmente o caminho designado por Deus, desatendendo à
inclinação natural.
O inimigo de nossas almas criou muitas ciladas para nos
desviar do caminho estreito que conduz à salvação. Até mesmo boas coisas, como
o alimentação, trabalho e estudo, se tomarem o primeiro lugar em nossa vida
conduzir-nos-ão à perdição. No entanto, o entretenimento e o apetite pervertido
têm levado muitos professos cristãos a preterir o estudo da Palavra e perder o
amor pela Verdade. Parece que tem havido mais satisfação nas diversões do
sábado à noite e encontros gastronômicos do que na comunhão com Deus.
Diversão significa divergir do objetivo. Quem tem interesse
que saiamos do caminho que conduz ao Céu? O diabo sabe que lhe resta pouco
tempo e para nos enredar promove as sorvetadas, pizzadas, churrascadas e uma
porção de passatempos, divertimentos, esportes competitivos, joguinhos de salão
e eletrônicos, etc. Alguns aparentemente inocentes, mas igualmente nocivos,
pois nos afastam de Deus (falo por experiência própria). Por outro lado, a recreação
saudável contribui para o crescimento espiritual: caminhada ao ar livre,
passeio com a família pela natureza, piquenique saudável à beira de um lago,
cuidar de um jardim ou horta, visitar amigos com propósitos espirtuais, etc.
Aprendamos com as vacas dos filisteus que sem perda de tempo
seguiram pelo caminho do Senhor não se desviando nem para a direita nem para a
esquerda. Em cada ordem de Deus há uma promessa de vitória, pois podemos todas
as coisas em Cristo que nos fortalece (Filipenses. 4:13).
“Se hoje ouvirdes a Sua voz, não endureçais o vosso
coração” (Hebreus 3:15).

Acompanhe no Facebook

Leave A Response

* Denotes Required Field