Tentações e condescendências com o apetite no tempo do fim

Nesta semana li uma matéria sobre a cafeína (clique aqui para ler também) que me fez refletir sobre como as artimanhas satânicas para não obedecermos a Deus são sutis e, se não estivermos ligados a Ele, somos facilmente enganados.

Eu sempre acompanho as notícias sobre saúde que saem na mídia. Tenho percebido cada vez mais frequentes as contrafações do inimigo. Ele tem trabalhado para nos fazer acreditar na linha do meio, naquilo que muitos chamam de equilíbrio. 
Essa matéria mesmo nos leva a crer que um pouco de cafeína faz bem. Percebe a sutileza? O inimigo não irá contra a reforma de saúde de forma declarada, mas apresentará a verdade misturada com o erro, o santo com o profano.
Mas, vejam o que o Espírito de Profecia diz sobre os alimentos estimulantes:
“Chá, café, fumo e álcool precisam ser apresentados como condescendências pecaminosas. Não podemos pôr a carne, os ovos, a manteiga e o queijo em pé de igualdade com esses artigos colocados sobre a mesa. Estes não devem ser postos na frente, como o tema principal de nossa obra. Os primeiros – chá, café, fumo, cerveja, vinho e todas as bebidas alcoólicas – não devem ser ingeridos moderadamente, mas rejeitados. Os perniciosos narcóticos não devem ser tratados do mesmo modo que o assunto dos ovos, da manteiga e do queijo” (Mensagens Escolhidas, v. 3, p. 287).
Vamos analisar juntos mais um pouquinho?
Percebem que o inimigo, de forma quase imperceptível, volta a afirmar o que dizia no Céu, que é impossível seguir as ordens de Deus, que as Suas leis nos aprisionam? Ele dá um “jeitinho” para que as pessoas se sintam saudáveis mesmo não obedecendo ao Criador. Consumindo um pouquinho, pensam não fazer mal. Satanás planta a semente da rebeldia e do orgulho próprio em nossos corações. Aos poucos nos acostumamos a fazer o que pensamos ser certo, sem nos importarmos com a vontade de Deus.
Além disso, a cafeína está presente em tantos alimentos industrializados. Por que será?
O mesmo acontece quando o assunto é vinho. Segundo a “ciência”, álcool em excesso faz mal, mas na dose certa potencializa os nutrientes da uva, o que faz com que os médicos recomendem 2 cálices diários para proteger o coração.
Este tipo de alimento estimula (ou excita, como diz alguns textos do Espírito de Profecia) o cérebro, justamente o lóbulo frontal, por onde o Espírito Santo se comunica conosco. Coincidência?
“O cristão será temperante em tudo – no comer, no beber, no vestir-se e em todos os aspectos da vida. ‘E todo aquele que luta de tudo se abstém; eles o fazem para alcançar uma coroa corruptível, nós, porém, uma incorruptível’ (1 Co 9:25). Não temos nenhum direito de condescender com qualquer coisa que resulte em um estado da mente que impeça o Espírito de Deus de impressionar-nos com o senso do dever. É obra-prima da habilidade satânica colocar os homens onde estes dificilmente possam ser alcançados pelo evangelho” (Conselhos Sobre Saúde, p. 432).
Mas, isso já foi previsto. Deveríamos estar preparados.
“E ao nos aproximarmos do fim do tempo, as tentações de Satanás para condescendermos com o apetite serão mais poderosas e mais difíceis de ser vencidas (Testemonies, v. 3, p. 490-492). […] Apresentem seu corpo ‘em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus’ (Romanos 12:1). Esta é verdadeira santificação. Não é mera teoria, ou emoção, ou uma fórmula de palavras, mas um vivo e ativo princípio, que penetra na vida cotidiana. Requer que nossos hábitos de comer, beber e vestir sejam de modo que facultem a preservação da saúde física, mental e moral, a fim de que possamos apresentar ao Senhor nosso corpo – não como oferta corrompida por hábitos errados, mas – ‘sacrifício vivo, santo e agradável a Deus’ (Romanos 12:1)” (Conselhos Sobre o Regime Alimentar, p. 163-164).
E, quando decidimos viver em conformidade com a vontade de Deus, o inimigo muda a tática. Já perceberam? Vem aquela voz dizendo que quando estivermos com os amigos podemos abrir uma exceção, afinal eles podem nos achar muito radicais e isto não seria sábio da nossa parte. Mas, vejam o que Deus nos diz:
 “A todos os reformadores de saúde eu diria: Vivei estritamente de acordo com as convicções de vossa própria mente esclarecida. Não sejais levados à condescendência pela insistência de amigos. Vivei a reforma no lar; e quando estiverdes fora dele, levai-a convosco. Vivei-a, e nas ocasiões apropriadas, nos lugares adequados e de maneira conveniente, falai de seus princípios. Jamais permitais que a oposição ou as bondosas súplicas de amigos ganhem terreno sobre vós. Firmai-vos sempre no vosso caminho, e lutai por todos os meios apropriados para impressionar os que vos rodeiam com a importância do assunto” (Conselhos Sobre Saúde, p. 447).
O inimigo sabe que quando vivermos o que acreditamos (no comer, no beber, no vestir, no ouvir, no falar, etc.), pelo poder de Deus, o nosso caráter será gradativamente transformado, revelaremos o caráter de Jesus em nosso viver, as pessoas serão ensinadas a viver segundo a vontade de Deus (discipulado), o testemunho falará tão alto, que a mensagem será levada a todo o mundo.
Quando Jesus voltará mesmo?
“Cristo aguarda com fremente desejo a manifestação de Si mesmo em Sua igreja. Quando o caráter de Cristo se reproduzir perfeitamente em Seu povo, então virá para reclamá-los como Seus” (Parábolas de Jesus, p. 69).
Estamos vivendo uma guerra espiritual, de fato. Precisamos buscar ao Senhor enquanto podemos achá-Lo (Isaías 55:6) e fazer a Sua vontade.
Não devemos temer ser radicais. Eu temia muito, até que Deus me ensinou uma grande lição com a vida de Daniel. Relatei neste artigo o que aprendi. Sugiro a leitura (clique aqui).
Vamos proteger nossos filhos dessas artimanhas. Não coloquem vocês mesmos no prato de seus filhos aquilo que não agrada ao Senhor. Eduque seus filhos a desenvolverem o domínio próprio, a temperança. Não tenham dó de dizer para eles que determinado alimento não serve para quem deseja que seu corpo seja o templo do Espírito Santo. Passem tempo com seus filhos ensinando, educando, porque na imposição é certo que quando crescerem se desviarão.
Façam tudo com amor, cortesia, oração, fé e estudo da Palavra de Deus. Este é o método de Jesus.
A luta é diária. Mas, em Jesus podemos vencer cada tentação. 
Então, o segredo é buscá-Lo e permanecer nEle em amor e fiel obediência.
Um dia abençoado para cada um de nós!

Por Vanessa Rosa – Vida Cristã

Acompanhe no Facebook

Leave A Response

* Denotes Required Field