Papinha vegetariana prática e equilibrada para viagens

Papinha 100% vegetariana de pão integral,
banana e leite vegetal

Para equilibrar corretamente as papinhas doces e salgadas que preparo para a minha filha, costumo seguir o que aprendi com as Lições do Divino Nutricionista e Personal Trainer. Assim, procuro sempre oferecer uma leguminosa e/ou castanha/semente, um cereal integral e uma fruta ou vegetal cru. A leguminosa e a castanha/semente não precisam estar presentes ao mesmo tempo em todas as papinhas do dia. Se você não sabe a classificação dos alimentos que oferece ao seu bebê, recomendo que procure se informar até aprender identificá-los com facilidade. Para mim, aprender isso foi de grande auxílio para preparar refeições vegetarianas equilibradas. Abaixo, compartilho alguns exemplos do que chamo de leguminosas, castanhas/sementes, cereais integrais e vegetais crus:

  • Leguminosas: todos os tipos de feijão, grão de bico, lentilha, ervilha, tremoço, etc.
  • Cereais integrais: arroz, quinoa, derivados do milho (fubá, canjiquinha, etc.), derivados do trigo (gérmen de trigo, triguilho, pão 100% integral, etc.), aveia, etc.
  • Castanhas/sementes: amêndoa, castanha do Pará, castanha de cajú, macadâmia, semente de girassol, gergelim, linhaça, etc.
  • Vegetais crus: frutas e legumes.
A seguir descrevo uma sugestão de papinha prática, saudável e equilibrada, ideal para levar em passeios e viagens:
Ingredientes:
  • Banana madura (vegetal cru)
  • Aveia (cereal integral)
  • 1 colher de sobremesa de tahine ou 1 castanha de sua preferência (semente/castanha)
Modo de preparo:
Deixar a aveia de molho em um pouco de água na noite anterior. Antes da viagem, escorrer a água em que a aveia ficou de molho e colocar a aveia em um pote bem fechado já com o tahine ou a castanha ralada. Na hora de comer, amassar a banana e misturar com a aveia.
Variação: Para variar, substitua a aveia por pão 100% integral ou gérmen de trigo cru e o tahine por leite vegetal (de castanha ou leguminosa). Costumo levar a fatia de pão em um pote separado e o leite vegetal em uma mamadeira. Na hora de oferecer, esmigalho o pão e misturo com a banana e o leite vegetal. Minha filha ama!
Por Karina Carnassale Deana
Mãe Aprendiz da Graziella – 11 meses

Acompanhe no Facebook

7 Comments

  • Andréia souza

    Reply Reply 4 de setembro de 2012

    Nossa Karine, quanta coisa tenho aprendido com você … Estou grávida de 3 meses e meio e estou encantada com o que vc tem escrito e as dicas sobre a alimentação dos bebês. Tenho anotado tudo para o meu bebê. Você poderia me dar algumas dicas de como me alimentar enquanto o bebê não nasce, já que sinto bastante fome e no período da manhã estou dando aula (até o bebê nascer somente) , e eu não consigo ficar a manhã toda sem comer nada até o almoço. Vou ficar bem feliz se puder ajudar. Um grande abraço Andréia

    • Vida Campestre

      Reply Reply 5 de setembro de 2012

      Olá, Andréia!

      Agradeço muito suas palavras. Fico muito feliz em saber que minha experiência a tem ajudado de alguma forma. Parabéns por sua gravidez e interesse em se alimentar da melhor forma possível para gerar um bebê feliz e saudável! Já enviei para o seu e-mail (espero que o que eu tenho seja o correto) as dicas de alimentação para gestantes que tenho. Espero que goste!

      Um abraço!

  • Leila

    Reply Reply 8 de janeiro de 2013

    Olá; Tenho lido suas publicações sobre alimentos infantis. Minha bebê está com 5 meses e meio, voltei a trabalhar e precisava dar outro leite(alem do leite materno) pra minha filha, tentei as formulas mas ela definitivamente nâo gostou então meu marido encontrou a sua receita de leite de amendoas. Temos dado esse leite, quando não estou em casa. Mas quero começar a dar papinha pra ela. Gostaria de saber quando vc começou a dar papinha pra sua filha e com que alimentos começou.
    Já fui no pediatra mas ele fez cardápio com carne e não quero dar ainda…Prefiro substituir por outra fonte vegetal de proteina.
    bjus

    • Vida Campestre

      Reply Reply 24 de janeiro de 2013

      Comecei a introduzir alimentos sólidos na dieta da minha filha aos 3 meses de idade. Começamos com as frutas (banana, pêssego, pera, etc). De 4 para 5 meses começamos com os legumes (abobrinha, chuchu, abóbora, etc.). Dos 6 meses em diante começamos com os cereais e leguminosas (gradualmente, claro). Hoje aos 15 meses, minha filha come de tudo do universo vegetal e nunca comeu nenhum tipo de produto de origem animal (carne, leite, ovos, etc.) e sua saúde é excelente. Você faz bem em buscar opções de proteína vegetal para alimentar seu bebê. Se quiser continuar este assunto, entre em contato pelo e-mail: contato@vidacampestre.com.br

  • Isanara Bolico Gonçalves

    Reply Reply 11 de agosto de 2015

    Obrigada por compartilhar, você poderia me enviar outras combinações de papinhas que você
    fez meu bebê tem sete messes já
    posso colocar castanhas e sementes? Semente deixaria de molho? E as amendoas ? Ou por enquanto so utilizo o oleo de linhaca e o abacate? Grata

Leave A Response

* Denotes Required Field