Veneno Doce

Entre os maus hábitos de saúde mais importantes que causam
mau hálito está o uso do fumo. Sobre o fumo, encontramos o seguinte no livro Temperança, página 55:
“É um veneno lento. Afeta o cérebro e embota as
sensibilidades, de maneira que a mente não pode discernir com clareza as coisas
espirituais, em particular as verdades que teriam a tendência de corrigir essa
satisfação sórdida. Os que usam o fumo não estão inocentes diante de Deus. Com
tão sórdido costume é impossível glorificarem a Deus no corpo e no espírito que
lhe pertencem.”
Na página 57 do mesmo livro, lemos:
“O fumo é um veneno da mais enganosa e maligna espécie,
tendo efeito excitante, depois paralisante sobre os nervos do corpo. É tanto
mais perigoso quanto seus efeitos sobre o organismo são tão lentos e, a
princípio, quase imperceptíveis. Multidões têm caído vítimas de sua venenosa
influência. Eles se têm certamente matado por esse veneno lento. E perguntamos:
Qual será seu despertar na manhã da ressurreição?”
Agora, dá para imaginar um veneno que seja prejudicial em
intensidade igual ou superior ao fumo? Infelizmente ele existe. Bem popular e
campeão de vendas, o açúcar é um veneno lento. Nas citações acima, bem
poderíamos trocar a palavra “fumo”, por “açúcar”. Dentre os terríveis prejuízos,
o usuário perde a clareza mental – um atributo que tem ficado cada vez mais
raro em nossos dias – e, pior; assim como muitos bêbados, podemos não perceber
que isso pode estar acontecendo conosco. Confira você mesmo, logo abaixo, um
trecho do artigo publicado no jornal da APCD (Associação Paulista de
Cirurgiões-Dentistas) em março de 2012 sobre outros prejuízos causados por esse
veneno tão doce!
“Pesquisadores afirmaram que consumo excessivo do açúcar é
tão prejudicial quanto o de cigarros e de álcool.
“Cientistas norte-americanos publicaram em fevereiro deste
ano na revista Nature, uma das mais conceituadas revistas científicas do mundo,
o artigo ‘A verdade tóxica sobre o açúcar’, em que defendem que a substância ‘é
um veneno e deveria ter sua venda controlada assim como o cigarro e o álcool’.
Segundo eles, a ingestão desmedida de açúcares é responsável pela morte de 35
milhões de pessoas por ano, em todo o mundo. Os pesquisadores atribuem o
consumo excessivo do alimento ao aumento de doenças como o câncer, os males no
coração e a obesidade.
“O cardiologista do Instituto do Coração (Incor), Heno
Lopes, detalha que aqueles que ingerem açúcar com frequência e em excesso
apresentam aumento da produção de insulina no sangue, prejudicando os vasos sanguíneos
e todo o sistema cardiovascular. Além disso, o consumo excessivo de
carboidratos (ricos em açúcar) juntamente com alimentos gordurosos (presentes
na dieta da maioria dos brasileiros) está diretamente relacionado com a
obesidade que, por sua vez, está associada ao aumento da pressão arterial e
diabetes. O diabetes do tipo 2 e a hipertensão são fatores de risco importantes
para doenças como derrame, angina, infarto, insuficiência cardíaca, doença
vascular periférica e aneurisma de aorta. Por
esses fatores, pode-se afirmar que, em longo prazo, o açúcar é muito
prejudicial para o organismo em intensidade igual ou superior ao cigarro.

“Os riscos da
ingestão excessiva do açúcar fizeram o endocrinologista norte-americano, Robert
H. Lustig preconizar que o consumo deveria ser proibido para menores de 21 anos.”

Agora o que seria consumir açúcar em excesso? Creio que
seria todo açúcar adicionado, mas para dar uma noção melhor em termos de
quantidades, um estudo apresentou a evolução do consumo do açúcar. Em 1830 o
consumo por pessoa costumava ser em média de 5 kg por ano. Já em 2000*, o
consumo médio anual passou para 70 kg por pessoa. Segundo o pesquisador citado
no artigo acima, nosso consumo não deveria ultrapassar 50 gramas por dia. Penso
que esse limite de tolerância poderia valer apenas para o açúcar mascavo, pois
o açúcar refinado é totalmente impróprio para o consumo e sem nenhum valor nutricional.
Ele deve ser abandonado com toda certeza e sem medo de errar.
Há muito tempo Deus nos revelou a Sua vontade quanto a esse
assunto através destes e de muitos outros textos: “Açúcar não é bom para o
estômago. Causa fermentação, e isto obscurece o cérebro e ocasiona mau humor
[…] O açúcar abarrota o organismo. Entrava o trabalho da máquina viva” (Conselho Sobre o Regime Alimentar, p.
327). Interessante que na ocasião em que esse assunto foi revelado através da
mensageira do Senhor, o açúcar em questão era o mascavo. Portanto, não podemos
dizer ser seguro consumir à vontade o açúcar mascavo ou o melado de cana por
serem considerados “naturais” hoje em dia. A própria cana-de-açúcar é uma
gramínea que foi sendo modificada muitas vezes pelo homem em cruzamento com
plantas cada vez mais e mais doces até chegar a essa planta de uso garantido no
lucrativo mercado do açúcar. Não é por acaso que muitas pessoas sofrem queda de
pressão, enxaqueca e passam mal após tomar caldo de cana.
Até que ponto o consumo de açúcar pode estar afetando nosso
relacionamento com Deus e nossa caminhada rumo ao Céu? O Senhor nos diz: “Não
devemos ser dominados para pôr na boca alimento que produza uma condição
mórbida, por mais que dele gostemos. Por quê? – Porque somos propriedade de
Deus. Tendes uma coroa a conquistar, um céu a ganhar, um inferno a evitar.
Então, por amor de Cristo, eu vos pergunto: Quereis ter diante de vós a luz
brilhando em raios límpidos e distintos, e desviar-vos-eis dela então, dizendo:
‘Eu gosto disto, e gosto daquilo’? Deus concita cada um de vós a começar a
planejar, a cooperar com Ele em Seu grande cuidado e amor, para elevar,
enobrecer e santificar toda a alma, e corpo e espírito, a fim de sermos
coobreiros de Deus” (Conselhos Sobre o
Regime Alimentar
, p. 328).
Deus aguarda a nossa cooperação com Ele: “O Criador do homem
organizou a maquinaria viva de nosso corpo. Cada função é maravilhosa e
sabiamente arranjada. E Deus Se
comprometeu a manter esta maquinaria humana em saudável funcionamento desde que
o instrumento humano obedeça a Suas leis e coopere com Ele.
Cada lei
governadora da máquina humana deve ser considerada tão divina na origem,
caráter e importância como a Palavra de Deus. Cada ação descuidada e desatenta, qualquer abuso imposto ao maravilhoso
mecanismo do Senhor, pelo desrespeito a Suas peculiares leis na habitação
humana, é uma violação da lei de Deus.
Podemos contemplar e admirar a obra
de Deus no mundo natural, mas a habitação humana é a mais maravilhosa” (Manuscrito 3, 1897).
Peçamos a Deus poder para obedecê-lo 100% e abandonarmos o
uso dos venenos doces que estão por toda parte, prontos para nos tornar uma
geração de entorpecidos crônicos! Convido-o a ler a página 12 do livro Temperança. Nesse trecho você conhecerá
o plano de Satanás para ter inteiro controle sobre o homem e como tudo começou.
Sejamos todos fiéis no cooperar com o Senhor e Sua obra!
* American
Journal of Clinical Nutrition
2005; 81(2): 341-54.

Para consultar os livros Temperança e Conselhos Sobre o Regime Alimentar, mencionados no artigo acima, clique aqui.


Dra. Evelin Vieira é cirurgiã-dentista e praticante do estilo de vida saudável, graças à misericórdia de Deus. 

Acompanhe no Facebook

Leave A Response

* Denotes Required Field