O plantio dos anjos – método orgânico com excelentes resultados

A maioria dos métodos de cultivo tradicionais despeja, na terra, uma quantidade excessiva, altamente concentrada e prejudicial, de nitrogênio, fósforo e potássio – todos químicos – o que obriga as plantas a crescerem rapidamente e a produzir bastante, mas de forma artificial e “vazia”, pois são incapazes de retirar da terra, na mesma velocidade e intensidade, os nutrientes necessários a esse crescimento acelerado e nada natural.
No supermercado ou na feira você encontra, muitas vezes, hortaliças grandes e bonitas, mas suas células serão ocas, vazias. Dessa forma, seu corpo não terá as vitaminas necessárias para sobreviver. Note também que esses vegetais estragarão rapidamente (mesmo conservados na geladeira), exatamente por causa da falta desses minerais essenciais.
Uma espiga de milho tem, em média, 48 nutrientes essenciais para nosso corpo, mas só é possível obter 4 a 6 desses elementos vitais quando essas espigas são produzidas quimicamente.
Quando você usa uma hortaliça que cresceu pela ação violenta de fertilizantes químicos, a terra onde esse vegetal foi produzido, numa velocidade maior que o natural, teve seu PH modificado, impedindo a planta de se alimentar corretamente. Com essa mudança de PH, a maioria dos nutrientes essenciais se tornam indisponíveis às plantas. A planta, que foi alimentada artificialmente, fica cada vez mais doente e mais atrativa aos insetos predadores e às doenças. Dessa forma, os agricultores são forçados a enchê-las de pesticidas, que vão parar em sua mesa, e nas fontes das águas, nos córregos, nos riachos, lagos, mares e oceanos – destruindo e contaminando a tudo e a todos com quem entram em contato.
Método de Plantio dos Anjos
Ellen White, em uma de suas visões, viu um anjo que dava instruções específicas de como plantar num solo com inúmeras dificuldades. Esse trecho, extraído do livro Mensagens Escolhidas, volume 3, conta-nos um trecho da história:
“Enquanto estávamos na Austrália, adotamos o… sistema… de cavar valas bem fundas e enchê-las com estrume que produzisse bom solo. Fizemos isso no cultivo de tomates, laranjas, limões, pêssegos e uvas.
O homem do qual adquiri os nossos pessegueiros me disse que gostaria que eu observasse a maneira como eles eram plantados. Pedi então que ele me permitisse mostrar-lhe como deviam ser plantados, segundo me fora revelado durante a noite. Ordenei que meu empregado fizesse uma profunda cavidade no solo, e então pusesse nela fértil lixo, depois pedras, e mais lixo. Depois disso ele pôs camadas de terra e estrume, até encher o buraco. Eu disse ao viveirista que havia plantado dessa maneira no solo rochoso dos Estados Unidos. Convidei-o a visitar-me quando os frutos estivessem maduros. Ele disse-me: ‘A senhora não precisa que eu lhe ensine como plantar as árvores.’
Nossa plantação foi muito bem-sucedida. Os pêssegos eram os de colorido mais belo e de sabor mais delicioso que já provei. Cultivamos os grandes pêssegos amarelos Crawford e outras variedades como uvas, damascos, nectarinas e ameixas” (Mensagens Escolhidas, v. 3, p. 328).
Por meio dessa visão, Ellen White e seus familiares criaram um método conhecido como “Plantio dos Anjos”, que foi aplicado em diferentes solos e em diversas ocasiões. A seguir está o diagrama criado por Hebert White que mostra claramente como deveriam ser plantadas as árvores na propriedade:
Esse método também começou a ser implantado no Brasil, pela “Escola de profetas”. Eles aplicaram o método em Sairé, Pernambuco, num solo de difícil cultivo. Assista ao vídeo:
Alguns passos importantes para solos pobres ou onde foram usados muitos pesticidas:
  • Faça um teste do seu solo que lhe dê recomendações corretas para corrigi-lo;
  • Mantenha o padrão 1:1 entre potássio e fosfato;
  • Alimente as plantas regularmente (de acordo com as recomendações do teste de solo), por meio de adubação foliar e compostos minerais completos.
Resultado do uso do método “Plantio dos Anjos”
  1. Os alimentos terão um sabor muito melhor – e você vai descobrir que alguns alimentos que antes eram indesejáveis, se tornarão deliciosos;
  2. Os níveis nutricionais desses produtos se tornarão extremamente elevados;
  3. Uma longa vida de prateleira;
  4. A pressão de insetos sobre esses alimentos será muito menor;
  5. Os animais também preferem esses alimentos altamente nutritivos – e deixarão de visitar seus vizinhos para se deliciarem com seus produtos – portanto, previna-se.
A experiência das pessoas que usaram o método mostram que o resultado final pode não ser necessariamente mais frutos ou maior peso por acre, mas maior peso por bacia (e qualidade muito superior). Você terá os melhores produtos, e esse tipo de alimento você não encontrará no supermercado.
Como ter tomates com maior peso e qualidade
PASSO 1: Faça um teste de solo confiável.
PASSO 2: Use o método de plantio ensinado a Ellen White.
PASSO 3: Misture com solo de superfície os ingredientes listados nas instruções de plantio.
  • Adicione folhas (bagaço de cana, lixo orgânico, etc.) em decomposição – dois metros em torno de cada pé (mantenha esses materiais afastados do tronco dos pés);
  • O canteiro para os tomates deve ser preparado do mesmo jeito que se planta árvores com o método do anjo;
  • Como um bônus, plante, um ano antes de plantar seus tomateiros e leguminosas, três metros além da área que você usará para plantar os pés.
Use esse método com qualquer tipo de planta que você deseje alcançar um super crescimento e produção.
Assista a um vídeo em inglês que mostra de maneira prática e bastante consistente o “Plantio dos Anjos” e seus resultados:

Mountain Media Ministries – Planting by the Blueprint Educational & How-To Free Videos Online at Veoh.com

(é necessário instalar o Webplayer para assistir ao vídeo na íntegra)
Fonte: Escola de Profetas – Material sobre “Plantio dos Anjos” Planting by the Blueprint

Acompanhe no Facebook

7 Comments

  • joice

    Reply Reply 23 de janeiro de 2012

    amei esta matéria é muito boa.Sobre o vídeo existe alguma tradução para espanhol ou português?

    • Vida Campestre

      Reply Reply 23 de janeiro de 2012

      Olá Joice,
      Que legal que gostou da matéria. Infelizmente, o vídeo ainda não foi traduzido para o português ou espanhol.
      Beijos.

  • Nilson Moreira

    Reply Reply 16 de abril de 2013

    Ola bom dia
    Gostaria de corrigir a traducao do diagrama onde se le no numero 1 pedras deve ser substituido por pedacos medios de madeira, ou seja, no original esta rock mulch e nao somente rock (pedra). Moro nos EUA e estou desenvolvendo esse plantio tambem.
    Rock mulch significa madeiras bem picadas aleatoriamente em pedacos grandes ,mais ou menos do tamanho de um sabonete para conservar umidade do solo
    muito usado pelos americanos ou pedacos pequenos (madeiras desfiadas) somente, conhecida por aqui como mulch. Espero ter ajudado.
    Grande abraco
    Nilson Moreira

    • Vida Campestre

      Reply Reply 16 de abril de 2013

      Olá, Nilson

      Agradecemos seu contato e preocupação na correta tradução do diagrama. Esse diagrama foi traduzido por outra pessoa e pediremos a ela para fazer a alteração. Pelo que você falou, mulch seria então o equivalente ao cavaco em português. Aqui no nosso plantio, no lugar de cavaco, temos colocado bastante capim, que também ajuda muito a manter a umidade do solo. A dica do capim pegamos do sistema agroflorestal, que indica fazer isso em lugares com muito capim, como aqui.

      Você comentou que está desenvolvendo este método em sua propriedade também. Você não gostaria de nos enviar fotos e algumas informações para colocarmos no site e ajudarmos outras pessoas também? Seria muito interessante!

      Até mais!

  • Mateus Borges

    Reply Reply 19 de novembro de 2015

    Esse método é fantástico! Parabéns pela divulgação!

Leave A Response

* Denotes Required Field