Da Cidade para o Campo (Parte 2)

Com o desejo cada vez mais forte de sair da cidade e voltar ao plano original do Criador para o homem, meu esposo e eu decidimos colocar tudo nas mãos de Deus. Essa não foi uma decisão fácil para nós. Logo percebemos que uma coisa era dizer que confiávamos em Deus e outra bem diferente era colocar essa confiança em prática submetendo-nos à Sua vontade. Percebemos naquele momento a grande lacuna que existia entre o nosso discurso e a realidade. Confesso que ficamos com muito medo. Mesmo assim, preferimos colocar de lado os sentimentos de insegurança e como uma criança que aprende a dar os primeiros passos apoiada nos braços do pai atento, meu esposo e eu escolhemos dar passos trêmulos de fé amparados pela mão do amoroso Pai celestial. Sem nenhuma perspectiva, fizemos uma pesquisa das cidades interioranas mais propícias para se morar, especialmente em relação à zona rural. Não demorou muito para que se tornasse uma rotina visitar novos lugares aos domingos. A cada cidade que visitávamos perguntávamos se era aquela cidade que Deus gostaria que morássemos, afinal, decidimos que tudo deveria ser guiado por Ele, a despeito do nosso gosto. É interessante a maneira que Deus escolheu para responder a nossa oração. Entrávamos na cidade, percorríamos os bairros e parávamos para conversar com os moradores, mas sempre que nos aprontávamos para ir embora, uma imensa tristeza brotava em nosso coração, sem nenhuma explicação. Depois de passar por essa experiência algumas vezes e levar o assunto a Deus, entendemos que essa foi a forma que Ele escolheu para responder “não” à nossa pergunta. Seguimos de cidade em cidade (tristes a cada partida) até que finalmente descobrimos a cidade que deveríamos morar. Uma paz enorme tomou conta do nosso ser ao partirmos e ficamos muito agradecidos por Ele ser um Deus pessoal. Apoiados nas promessas de Deus para aqueles que obedecem à Sua vontade, meu esposo e eu pedimos demissão de nossos empregos e começamos os preparativos para a mudança. Confesso que sentimos um forte calafrio subir e descer pela espinha, mas decidimos ver Deus em ação. Pouco antes de mudarmos, recebi a notícia de que na cidade indicada por Deus ocorreria um concurso municipal para professores, inclusive de inglês, minha profissão. Entrei no site e descobri que para a minha matéria havia apenas uma vaga. Levei o assunto ao Deus Eterno e coloquei em Suas mãos o resultado. Fiz a inscrição e no pouco tempo que restava para a prova estudei o máximo que pude. Louvado seja o nome do nosso maravilhoso Deus que ouve a oração de seres humanos pecadores como nós. Por Sua graça e para a Sua honra e glória, passei em primeiro lugar no concurso. Mal sabia eu que essa seria a primeira de uma série de experiências que nos ajudariam a consolidar nossa confiança em Deus em nossa jornada de volta ao lar. Apenas três meses depois, surgiu outro concurso na mesma prefeitura. Desta vez, entre as muitas vagas, havia uma para engenheiro civil, profissão do meu esposo. Preciso mesmo dizer o que aconteceu? Acho que você já deve saber o resultado. Louvado seja o nome do nosso Deus. Ele está disposto a fazer muito mais por você. Decida hoje obedecer à Sua vontade e lembre-se: “Buscai primeiro o reino de Deus, e a Sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6:33).Por Karina Carnassale Deana – Vida Campestre

Acompanhe no Facebook

6 Comments

  • joice

    Reply Reply 6 de outubro de 2011

    este relato e muito motivante,tb sinto uma inquietante vontade de abrir mão do meu serviço fora de casa e me dedicar inteiramente aos meus filhos e marido, não sei dizer mas sinto uma urgência em educa-los para se encontrarem com Jesus que parece estar às portas!

  • Vida Campestre

    Reply Reply 6 de outubro de 2011

    Querida Joice, essa vontade inquietante que você sente não é por acaso, mas é a atuação direta do Espírito Santo em seu coração. Não é impressão sua, Jesus está, sim, às portas! Precisamos hoje buscar em primeiro lugar o reino de Deus e deixar que Ele acrescente as demais coisas em nossa vida. Não reprima essa urgência em seu coração. Clame a Deus para lhe ajudar a fazer as mudanças necessárias em sua vida e Ele lhe dará o poder para dar esse passo de fé. Ele é fiel e não falhará em responder seu pedido. Oraremos por você.
    Um abraço.

  • Vida Campestre

    Reply Reply 6 de outubro de 2011

    Querida Joice, essa vontade inquietante que você sente não é por acaso, mas é a atuação direta do Espírito Santo em seu coração. Não é impressão sua, Jesus está, sim, às portas! Precisamos hoje buscar em primeiro lugar o reino de Deus e deixar que Ele acrescente as demais coisas em nossa vida. Não reprima essa urgência em seu coração. Clame a Deus para lhe ajudar a fazer as mudanças necessárias em sua vida e Ele lhe dará o poder para dar esse passo de fé. Ele é fiel e não falhará em responder seu pedido. Oraremos por você.
    Um abraço.

  • joice

    Reply Reply 7 de outubro de 2011

    VALEU AMIGA,VOU BUSCAR MAIS DE DEUS PRA MINHA VIDA E DIREÇÃO.TENHA UM FELIZ SÁBADO!

  • Vida Campestre

    Reply Reply 7 de outubro de 2011

    Que Deus a abençoe em sua busca, Joice!
    Feliz Sábado para você também!

  • Vida Campestre

    Reply Reply 7 de outubro de 2011

    Que Deus a abençoe em sua busca, Joice!
    Feliz Sábado para você também!

Leave A Response

* Denotes Required Field