Aprendendo a Comer Frutas e Vegetais

“Seja a vossa vida isenta de ganância, e contentem-se com o que vocês têm, porque Deus mesmo disse: ‘Nunca o deixarei, nunca o abandonarei’” (Hebreus 13:5). Nem toda criança de três ou quatro anos de idade gosta de comer frutas e vegetais. Aqui em casa não foi exceção. Todos os dias na hora do desjejum ou do almoço, ao colocar um prato de frutas ou de legumes em frente ao Logan, a reclamação era certa. Pouco a pouco fui percebendo que se eu deixasse, a reclamação duraria o resto do dia. Fui fortemente impressionada pelo Espírito de Jesus que as reclamações do Logan vinham do coraçãozinho egoísta dele, que pensava apenas em satisfazer as suas próprias vontades. Para corrigir o Logan, sabia que teria que deixar a minha refeição de lado, levá-lo até o quarto e ajudá-lo a render o coração a Jesus, o único capaz de neutralizar o egoísmo humano – uma pequena batalha que poderia durar de dez minutos até mais de uma hora! Ciente disso, eu, mamãe aprendiz com fome, tive que primeiro entregar meu coração a Deus para que Ele me mostrasse o que fazer para que, através do meu exemplo, ensinasse o Logan que ele também poderia vencer, se permitisse que Jesus habitasse em seu coração. Os minutos se passaram e o choro, a manha e a reclamação apenas aumentaram. Intercedendo em oração pedi que Deus enviasse os seres celestiais para nos guardar e que o Espírito de Jesus estivesse em nosso coração. Nos momentos em que o choro se intensificava, entoava versos bíblicos musicados para manter-me calma. Vinte minutos se passaram e, enfim, percebi que o Logan estava cedendo. Chegou a hora de ajudá-lo a limpar o coração, puxar para fora o descontentamento, o nervosismo e a tristeza. Ao final desse processo, vi-me diante de um menino completamente diferente, um menino bonzinho, calmo e obediente. Oramos juntos pedindo para Jesus habitar naquele coraçãozinho e juntos louvamos a Deus por um coração rendido e restaurado. Quarenta minutos depois voltamos à mesa famintos, mas com coração limpo e contente. O Logan estava agora pronto para comer qualquer fruta ou vegetal que lhe fosse oferecido. Esse foi apenas um dos muitos episódios em que precisei ajudar o Logan a render o coração a Jesus. Já perdi as contas de quantas vezes na semana ou durante o dia tivemos que passar por essa transformação. O Logan e eu aprendemos e ainda estamos aprendendo a contentar-nos com o que temos, pois sabemos e acreditamos que Jesus NUNCA nos deixará e nem nos abandonará!!! Podemos ficar contentes, se escolhermos render o coração a Jesus e seguir Seu exemplo. Em João 10:27 está escrito: “As Minhas ovelhas ouvem a Minha voz; Eu as conheço, e elas Me seguem.” Eu sou apenas uma mamãe aprendiz. Tenho duas ovelhinhas aqui em casa sob a minha responsabilidade. Se eu não aprender a seguir a Jesus, quem minhas ovelhinhas seguirão aqui em casa? “Há um só corpo e um só Espírito, assim como a esperança para a qual vocês foram chamados é uma só; há um só Senhor, uma só fé, um só batismo, um só Deus e Pai de todos, que é sobre todos, por meio de todos e em todos” (Efésios 4:4-6).Por Luciana RigesMãe Aprendiz do Logan, 5 anos, e da Larissa, 3 anos.Amiga querida da Equipe Vida Campestre.

Acompanhe no Facebook

Leave A Response

* Denotes Required Field